Ensino Médio

Prontos para um futuro brilhante.

O objetivo é o vestibular e o foco é o aluno.
Com o ensino médio em 2 anos e 1 ano de preparo para os vestibulares, nossos alunos alcançam resultados expressivos nas melhores universidades.
Isto porque a atenção ao indivíduo garante uma passagem firme e confiante, com alegria e o menor estresse possível por esta fase de virada da vida.
Para que não apenas seja um universitário bom e sim um profissional brilhante.

O que focar no Ensino Médio

Ensino Médio em 1 minuto

O Ensino Médio compreende a fase da Educação Básica da 1ª série à 3ª série (15 a 17 anos de idade).

Nas duas primeiras séries, entendemos que o foco deve ser a construção do conhecimento. Contudo, durante este período, os alunos vão adquirindo maturidade para decidir qual carreira vão seguir durante a vida e, ao mesmo tempo, ganham mais independência, voz própria, um espírito questionador. Tudo isso, sem certa dose de responsabilidade, pode fazer com que eles percam o foco nos estudos durante esta fase final da Educação Básica.
 
Buscamos, através do diálogo, conscientizar os alunos sobre a importância de estudar em uma universidade de ponta e, para isso, deve-se passar primeiro pelo Vestibular e pelo ENEM. Ao invés de colocarmos estes como uma barreira intransponível, colocamo-los sob um aspecto motivador em prol dos estudos. Afinal, são nas adversidades que surgem as melhores oportunidades. Para que os objetivos sejam atingidos, é crucial que haja o empenho do aluno e é esse o foco que damos à 3ª série.
 
Entretanto, não é por ser uma escola que valoriza o conteúdo e a disciplina em sala de aula que deixamos de ser uma escola com um clima agradável. Buscamos ser uma escola humana, que busca tratar de forma igual tanto os discentes como os docentes. Prezamos pelo diálogo e entendemos que não há um modo milagroso de satisfazer os interesses de todos de uma só vez; cada um, inclusive a escola, precisa ouvir a opinião dos outros, algumas vezes, em nome do bem estar coletivo.
 
Desta forma, fazemos o máximo para que os alunos tenham liberdade, mas que eles aprendam a usarem-na com sabedoria e respeito e, com o tempo, passem a gostar da escola e, por opção própria, ganhem maturidade para se organizarem sozinhos e tornar dos estudos um hábito agradável e motivador para o vestibular, para a faculdade, para a carreira e para a vida.